Uma resolução muito importante!

Uma resolução muito importante!

Olá

Eu sou Mauro Duarte e trabalho desde os meus 18 anos com Metrologia e neste período calibrei milhares de instrumentos e padrões e atualmente tenho como foco principal disseminar o conhecimento em Metrologia.

Se você me perguntar hoje qual é o principal erro que as empresas cometem ao avaliar certificados de calibração e validar métodos de medição, calibração e análises a minha resposta será a seguinte:

NEGLIGENCIAR A RESOLUÇÃO NA ESCOLHA E AVALIAÇÃO DO INSTRUMENTO/PADRÃO!

O guia MSA pertencente a IATF 16949 estipula que a resolução deve ser 10 vezes menor do que o intervalo de tolerância do processo no qual o instrumento ou padrão será utilizado, sendo conhecida como “A regra dos 10”.

O fato é que poucas empresas conhecem e aplicam esta regra na prática. Sabemos que quanto melhor a resolução mais caro será o instrumento mas trata-se de um custo inicial elevado que irá se justificar a medida que tivermos menores problemas com retrabalho de peças ocasionados por medições erradas e que muitas vezes resultam em recusa de lotes produzidos e consequente perda de clientes importantes.

Outro ponto importante é identificar que a resolução é uma das principais fontes de incerteza de medição, seja o instrumento analógico ou digital e este parâmetro deve ser considerado no momento da definição do critério de aceitação, pois irá impactar fortemente na análise crítica quanto a aprovação ou reprovação do instrumento ou padrão.

A resolução ou valor de uma divisão de escala do dispositivo de indicação do instrumento/equipamento de referência é uma contribuição de incerteza descrita por uma distribuição de probabilidade retangular, o cálculo da incerteza padrão é obtido através da seguinte equação:

Onde,

Ip = Incerteza padrão

d = Resolução ou valor de uma divisão de escala ou capacidade de interpolação do operador.

A resolução ou valor de uma divisão de escala do dispositivo de indicação do instrumento a calibrar é uma contribuição de incerteza descrita por uma distribuição de probabilidade retangular.

Quando a leitura não é efetuada no instrumento a ser calibrado como no caso da calibração de relógios comparadores, manômetros, etc. onde utiliza-se a técnica de posicionar o ponteiro sobre a marca de escala, a contribuição da incerteza é representada através do erro estimado no posicionamento do ponteiro sobre a marca de escala.

Estatisticamente adota-se que o erro do operador ao posicionar o ponteiro sobre a marca de escala do instrumento a ser calibrado oscila, no mínimo, em aproximadamente 1/10 do valor de uma divisão de escala do instrumento a ser calibrado.

Desta forma, esta contribuição de incerteza poderá ser descrita por uma distribuição de probabilidade triangular, implicando em uma incerteza padrão conforme a seguinte equação:

Onde,

             Ep = Erro de posicionamento do ponteiro sobre a marca de escala.

No caso de o instrumento a calibrar apresentar indicação digital, deverá ser investigado se existe a aplicação de alguma técnica para minimizar o erro da resolução. Caso exista, a situação anterior poderá ser utilizada. Caso contrário uma contribuição de incerteza em função desta indicação digital deverá ser levada em consideração. Neste caso, a indicação digital será descrita por uma distribuição de probabilidade retangular, implicando em uma incerteza padrão conforme a seguinte equação:

Onde,

r = resolução do instrumento a ser calibrado.

É comum em alguns casos, como na calibração de pesos padrão e blocos-padrão, fazer a leitura do padrão de referência e do padrão a calibrar no mesmo dispositivo indicador. Nestes casos, a resolução do dispositivo indicador também será descrita por uma distribuição de probabilidade retangular, implicando em uma incerteza padrão conforme a seguinte equação:

Onde,

                d = resolução ou valor de uma divisão de escala ou capacidade de interpolação do operador;

 =    Este fator é aplicado, em função de que há duas leituras: Uma com o padrão de referência e outra com o padrão a ser calibrado.

Agora que você já sabe quanto a importância da resolução do instrumento/padrão eu te sugiro olhar com atenção esta característica do instrumento antes de realizar a compra.

A minha principal dica é que você se prepare tecnicamente para justificar a sua decisão, pois caso contrário o seu comprador ou gestor irá comprar o que for mais “em conta” e não o que é tecnicamente recomendável.

Espero ter ajudado você a compreender melhor este assunto e fico a tua disposição para maiores esclarecimentos e considerações sobre este assunto.

Forte abraço e nos falamos em breve.

Autor: maurocduarte

25 anos de experiência na área da Qualidade. Atuação como treinador, consultor e auditor líder, participou ativamente do processo de Acreditação de laboratórios junto ao INMETRO em diferentes grandezas. Como consultor apoiou laboratórios mecânicos e físico-químicos a obterem a Acreditação junto ao INMETRO e a RMRS, bem como deu suporte para empresas se adequarem aos requisitos da norma ISO 9001:2015. Administrador e empreendedor, fundou a Metroquality Metrologia e Ensaios e posteriormente a DH10 Quality (Certificada ISO 9001:2015 pelo BSI British Standards Institution). Formado em Recursos Humanos pela UNISINOS e MBA em Treinamento e Liderança pela Universidade do Norte do Paraná. Idealizador das Especializações em Metrologia e Qualidade (EMC/EMD/EFQ), tem como propósito disseminar o conhecimento através de treinamentos focados nas reais necessidades dos clientes. Credenciado pela Associação Internacional de Treinamento (Registro: 3718) e Business Partner da empresa Alemã Carl ZEISS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s