Conexão com o cliente

Você não consegue aumentar as suas vendas e se encontra desmotivado e preocupado pelo fato de não conseguir novos clientes e atingir as suas metas?

Então eu vou te mostrar agora o método 5Cs que eu utilizei durante 20 anos de atuação junto a equipes comerciais. Este passo a passo irá te transformar em um vendedor ninja e isto fará com que você venda mais e melhor.

C1 – Conhecimento Pessoal

Você precisa se conhecer e saber como você se encontra no que se refere a sua capacidade de envolver e influenciar pessoas de forma positiva e ética. Outro ponto importante quanto ao seu comportamento é qual o seu nível de dinamismo e motivação para agir e criar oportunidades.

Neste momento pode ser muito interessante recorrer a ferramentas de análise de perfil comportamental reconhecidas e testadas como por exemplo o assesment DiSC.

C2 – Conhecimento do que oferece

Você precisa conhecer o que vai vender em detalhes porque somente desta forma você irá passar segurança e confiança no que está oferecendo. 

C3 – Conhecimento do concorrente

Você precisa estudar muito o seu concorrente e saber o que ele está fazendo. Somente desta forma você poderá saber quais são os seus reais diferenciais e a onde você precisa melhorar. A sua argumentação fica fundamentada em dados e não apenas em inferências. É muito importante compilar estas informações em planilhas comparativas.

C4 – Conhecimento do cliente

Conheça o cliente como um todo, estudando previamente a empresa com o uso do Google, redes sociais e o próprio site do cliente. Descubra se alguém já o atende e quais os problemas ou “dores” que ele possui.

Mais uma vez será importante você entender de perfis comportamentais, pois somente assim você conseguirá entrar em Rapport com ele, isto é entrar no mundo do seu cliente.

C5 – Comunicação assertiva

Você precisa antes de tentar vender o seu produto ou serviço perguntar e escutar muito o seu cliente. Uma conversa focada em perguntas e respostas objetivas, com ênfase nas suas reais necessidades, irá fazer com que o cliente construa a solução, minimizando a possibilidade de você oferecer coisas que não serão úteis. Imagine que fantástico você apresentar o produto certo na hora certa e não receber nenhuma objeção. Pode ter certeza que é a melhor forma de você se comunicar, pois ninguém aguenta mais aquele vendedor que fala sem parar e mostra tudo e todas as possibilidades.

Muito bem, eu tenho certeza que agora conhecendo e aplicando  o método você irá se comunicar melhor com o seu cliente, vender mais e atingir as suas metas de vendas.

Então deixe seu comentário com suas dúvidas ou dizendo o que achou deste artigo.

Forte Abraço.


O Brainstorm ainda é uma excelente alternativa!

Você já realizou um Brainstorming com a sua equipe?

O Brainstorm é um método que permite gerar de modo rápido, criativo e eficaz, um grande número de ideias, relacionadas a solução de um problema ou projeto de melhoria.

Esta técnica foi desenvolvida em 1950 por Alex Osborn para uso em publicidade.

Somente após a geração de um número suficiente de ideias é que se fará o julgamento de cada uma.

Para que serve de fato?

É uma técnica para auxiliar as pessoas de um grupo a expressar ideias, possibilitando uma melhor avaliação de uma determinada situação ou processo.

Osborn defende que a quantidade de ideias origina qualidade.

Regras para um Brainstorming de qualidade:

– Proibido qualquer crítica ou inibição.

– Ideias tolas ou irracionais não podem ser criticadas.

– Boas ideias não são elogiadas.

– Deixar as pessoas sem medo de “dizer uma bobagem”;

– Quanto mais ideias, melhor;

– Seja específico;

– Todos devem participar e para facilitar o processo podem ser utilizados materiais de apoio, tais como um flip chart e postites;

– Fale a primeira coisa que vem à cabeça;

Como deve ser estruturado o uso da ferramenta?

  1. Escolhe-se um coordenador e um secretário;
  2. O coordenador apresenta o tema e o tempo definido;
  3. A sessão é iniciada e os participantes começam a citar suas ideias e o secretário registra em uma lista com as mesmas palavras do proponente;
  4. Após esgotado o tempo inicia-se a seleção das ideias;
  5. Analisa-se as diversas sugestões, classifica-se e forma-se grupos de ideias e em seguida elabora-se uma ideia central para cada grupo.
  6. Redundâncias são descartadas e algumas ideias não são aproveitadas;
  7. Democraticamente a equipe elabora uma lista com as ideias finais.
  8. Após realiza-se um 5W2H visando implementar as ações.

Para concluir a dica é que as ideias sejam expostas de maneira clara e objetiva e criticas ou elogios as ideias sejam evitados;

É fundamental que o processo de comunicação seja focado na solução e não no problema, devendo se evitar histórias longas ou assuntos não relacionados ao tema em questão.

É importante que perguntas e respostas sejam objetivas, pois desta forma certamente você terá sucesso no uso desta ferramenta.

Você gostou desta ferramenta?

Pretende utilizar nas suas próximas reuniões com a sua equipe?

Se gostou do assunto por favor marca aqui nos comentários um colega seu que possa se interessar pelo assunto;

Forte Abraço