MASP Aplicado a Vida!

Olá,
Neste artigo irei abordar quanto a importância de utilizarmos estratégias e metodologias reconhecidas e testadas que nos impulsionam e fortalecem para realizar ações, solucionar problemas e o mais interessante, fazer com que os aprendizados contribuam para um ambiente de melhoria continua e as coisas indesejáveis que aconteceram não retornem e sejam cortadas e eliminadas pela raiz.

Você já ouviu falar do MASP?

A pouco tempo, uma cliente ao ver esta sigla no nosso site questionou a nossa equipe através do chat se tratava-se do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Considerei este questionamento normal devido ao fato que o MASP é de conhecimento dos profissionais ligados as áreas da Qualidade e Gestão, porém grande parte das pessoas desconhecem esta ferramenta fantástica que pode ser aplicada na vida e no trabalho.

O MASP é uma Metodologia para a Análise e Solução dos Problemas, muito utilizada no meio corporativo pelas principais empresas nacionais e internacionais e tem a preferência de profissionais e empreendedores de sucesso e que buscam melhorar ambientes e processos.
Tenho nos últimos 10 anos da minha carreira em paralelo com a minha atividade na área da qualidade estudado e me dedicado a entender melhor o comportamento das pessoas e com este foco fiz a Faculdade de Recursos Humanos, MBA em Gestão de Pessoas, enfim aprendi muito e conheci diversas ferramentas que foram muito úteis para o meu desenvolvimento e também me serviram para apoiar muitas pessoas dos mais variados segmentos.

O fato é que o MASP é o alicerce fundamental utilizado por outras metodologias mais conhecidas, tais como o Coaching no qual tive também a oportunidade de estudar com profundidade. O problema é que para tornar estas ferramentas tradicionais mais atraentes e interessantes muitas pessoas estão mudando a sua essência e isto faz com que o processo não funcione e perca a sua credibilidade.
Então não vamos focar no problema, mas sim na solução e para isto eu quero te mostrar que o MASP pode ser utilizado da mesma maneira e com o mesmo formato adotado nas empresas, na sua vida.
Mas afinal, quais são estas ferramentas do MASP?
Recentemente publiquei aqui no blog um artigo sobre o Brainstorming e está sim uma das principais ferramentas utilizadas e que tem como premissa proporcionar com que todas os profissionais da empresa possam opinar, visando explorar ideias e alterativas para realizar ações, solucionar e eliminar problemas.
Esta técnica foi desenvolvida em 1950 por Alex Osborn para uso em publicidade.
Imaginem você utilizando esta metodologia em uma reunião de família no qual é preciso definir algo importante e interessante, podendo-se decidir uma viagem, a escolha de uma nova moradia ou até mesmo o formato de uma festa.

São tantas ferramentas que confesso estar ansioso ou temeroso por cometer alguma injustiça, mas vamos em frente, pois terei a oportunidade de apresentar as técnicas que eu não mencionar aqui em outras publicações.
Ter boas ideias e não colocar em prática é um fracasso e então a técnica do 5W2H irá fazer a diferença, através de 5 perguntas:

  1. What: O que deve ser feito ou realizado?
  2. Why: Porquê?
  3. Who: Quem deverá realizar?
  4. When: Quando deverá ser realizado?
  5. Where: Onde será realizado?
  6. How: Como será realizado?
  7. How much: Quanto custará?

O 5W2H é basicamente um checklist de determinadas atividades que precisam ser desenvolvidas e executadas com o máximo de clareza possível no âmbito profissional e pessoal.
Esta ferramenta é extremamente útil, uma vez que elimina por completo qualquer dúvida que possa surgir sobre algo que desejamos fazer.

Tem uma ferramenta do MASP que se chama 5 Porquês que é muito interessante, pois com ela podemos identificar a causa raiz de um problema através do questionamento sucessivo de porquês e o seu uso é tão simples que parece brincadeira de criança, mas posso garantir que, se a dinâmica for bem conduzida funciona.

Não tem como falar em MASP e não abordar o Diagrama de Causa e Efeito, também chamado de “Diagrama de Espinha de Peixe” ou “Diagrama de Ishikawa” esta técnica foi aplicada pela primeira vez por Kaoru Ishikawa, no Japão, em 1943 e permitiu as pessoas identificar, explorar e graficamente demonstrarem em detalhes todos os possíveis fatores (causas) relacionados a um problema ou condição (efeito).

São 6 áreas importantes a serem mapeadas que começam com a letra “M” e que são fundamentais para entendermos um cenário, resolvermos uma não conformidade ou problema.

A utilização destas ferramentas com foco e determinação irão fazer a diferença na sua qualidade de vida, mas lembrem de conduzir estas reuniões ou encontros com foco na solução e motivação, utilizando-se perguntas inteligentes e sem dispersão, pois a atenção tem que ser 100% no que pretendemos implementar, melhorar ou resolver na nossa vida.

Espero que tenham gostado deste artigo e em breve trarei para vocês outras ferramentas do MASP que se aplicam a vida pessoal e profissional.
Forte abraço e até breve.

Conexão com o cliente

Você não consegue aumentar as suas vendas e se encontra desmotivado e preocupado pelo fato de não conseguir novos clientes e atingir as suas metas?

Então eu vou te mostrar agora o método 5Cs que eu utilizei durante 20 anos de atuação junto a equipes comerciais. Este passo a passo irá te transformar em um vendedor ninja e isto fará com que você venda mais e melhor.

C1 – Conhecimento Pessoal

Você precisa se conhecer e saber como você se encontra no que se refere a sua capacidade de envolver e influenciar pessoas de forma positiva e ética. Outro ponto importante quanto ao seu comportamento é qual o seu nível de dinamismo e motivação para agir e criar oportunidades.

Neste momento pode ser muito interessante recorrer a ferramentas de análise de perfil comportamental reconhecidas e testadas como por exemplo o assesment DiSC.

C2 – Conhecimento do que oferece

Você precisa conhecer o que vai vender em detalhes porque somente desta forma você irá passar segurança e confiança no que está oferecendo. 

C3 – Conhecimento do concorrente

Você precisa estudar muito o seu concorrente e saber o que ele está fazendo. Somente desta forma você poderá saber quais são os seus reais diferenciais e a onde você precisa melhorar. A sua argumentação fica fundamentada em dados e não apenas em inferências. É muito importante compilar estas informações em planilhas comparativas.

C4 – Conhecimento do cliente

Conheça o cliente como um todo, estudando previamente a empresa com o uso do Google, redes sociais e o próprio site do cliente. Descubra se alguém já o atende e quais os problemas ou “dores” que ele possui.

Mais uma vez será importante você entender de perfis comportamentais, pois somente assim você conseguirá entrar em Rapport com ele, isto é entrar no mundo do seu cliente.

C5 – Comunicação assertiva

Você precisa antes de tentar vender o seu produto ou serviço perguntar e escutar muito o seu cliente. Uma conversa focada em perguntas e respostas objetivas, com ênfase nas suas reais necessidades, irá fazer com que o cliente construa a solução, minimizando a possibilidade de você oferecer coisas que não serão úteis. Imagine que fantástico você apresentar o produto certo na hora certa e não receber nenhuma objeção. Pode ter certeza que é a melhor forma de você se comunicar, pois ninguém aguenta mais aquele vendedor que fala sem parar e mostra tudo e todas as possibilidades.

Muito bem, eu tenho certeza que agora conhecendo e aplicando  o método você irá se comunicar melhor com o seu cliente, vender mais e atingir as suas metas de vendas.

Então deixe seu comentário com suas dúvidas ou dizendo o que achou deste artigo.

Forte Abraço.


Você tem tempo?

Olá, eu sou Mauro Duarte da DH10 Desenvolvimento Humano.

Você já teve problemas para administrar o seu tempo e está sempre frustrado (a) por não conseguir fazer as coisas que gostaria por “falta de tempo”?

O tempo é um recurso limitado que precisa ser muito bem gerenciado.  Preparamos 10 dicas para você aproveitar melhor e otimizar o seu dia a dia:

1.     Reserve na sua agenda um tempo por ano, mês, dia, para planejamento.

Controle as suas atitudes e impulsos e pense de forma estruturada sobre as situações de curto, médio e longo prazo. Tenha a disciplina necessária para cumprir os seus próprios planos.

Saiba quais são as atividades que contribuem para o atingimento das suas metas e defina prioridades. Você irá precisar ter uma capacidade de análise crítica das situações para tomar ações certeiras e ordenadas.

2.     Tenha metas específicas para todas as áreas da sua vida.

Defina a sua missão de vida, considerando os seus valores e crenças, pois esta atitude vai  facilitar a sua tomada de decisões e fazer com que o seu tempo seja aproveitado e utilizado com aquilo que você gosta e se identifica. Para que você faça algumas coisas deixará de fazer outras. O tempo é escasso, por isso utilize o seu tempo no que é realmente importante.

3. Liste ações a serem realizadas para atingir os seus objetivos.

Você precisa responsabilizar-se pela sua vida e ter coragem para fazer o que é realmente importante.

Não tenha medo de arriscar.

Estipule prazos bem definidos e os monitore.

4. Identifique quais os recursos que você irá necessitar.

Desenvolva as competências e habilidades necessárias. 

Estime os investimentos financeiros e busque alternativas.

Tenha muita atitude.

5.     Execute o que planejou e não perca o foco.

Imprevistos surgirão, mas não deixe que eles o desviem dos seus objetivos. Realize os ajustes necessários e siga em frente.

6.     Identifique o que é realmente prioridade.

Saber diferenciar o que é importante e urgente é muito simples. As atividades importantes são aquelas que contribuem para os resultados que desejamos. As coisas urgentes são as que têm um prazo curto para serem executadas.

7.     Reflita quanto a real importância das solicitações do momento, tomando as decisões de acordo com o que você quer para a sua vida e não com o que os outros querem. Esteja sempre no controle.

Quem não tem um projeto acaba servindo apenas aos projetos de outras pessoas.

8.     Busque uma melhoria contínua e não desperdice tempo.

Procure realizar as coisas com qualidade e atenção. O fato de não precisar refazer ou repetir tarefas é um ganhador incrível de tempo.

9.     Lembre-se que só se vive uma vez, por isso curta ao máximo as coisas interessantes que a vida lhe proporciona.

Aproveite as oportunidades que surgem e decida em tempo hábil. Não adie decisões, por insegurança ou falta de confiança em si próprio, pois esta atitude pode resultar na perda de coisas importantes e únicas.

10.   Crie indicadores e avalie periodicamente a forma como está aproveitando o seu tempo. Seja crítico e honesto consigo próprio e não terceirize o seu sucesso.

 Para gerenciar bem o tempo  precisamos ter bem claro o que queremos conquistar na nossa vida.

Remova obstáculos e responsabilize-se pelo seu caminho.

Foque no futuro e não no passado!

Mire na solução e jamais no problema!

É isso aí! Eu tenho certeza que com estas super dicas vai ficar muito mais fácil para você gerenciar o seu tempo. Então agora deixe o seu comentário com as suas dúvidas ou dizendo o que achou deste artigo. Clique para se inscrever no nosso blog e ver muito mais artigos como este.