MASP Aplicado a Vida!

Olá,
Neste artigo irei abordar quanto a importância de utilizarmos estratégias e metodologias reconhecidas e testadas que nos impulsionam e fortalecem para realizar ações, solucionar problemas e o mais interessante, fazer com que os aprendizados contribuam para um ambiente de melhoria continua e as coisas indesejáveis que aconteceram não retornem e sejam cortadas e eliminadas pela raiz.

Você já ouviu falar do MASP?

A pouco tempo, uma cliente ao ver esta sigla no nosso site questionou a nossa equipe através do chat se tratava-se do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Considerei este questionamento normal devido ao fato que o MASP é de conhecimento dos profissionais ligados as áreas da Qualidade e Gestão, porém grande parte das pessoas desconhecem esta ferramenta fantástica que pode ser aplicada na vida e no trabalho.

O MASP é uma Metodologia para a Análise e Solução dos Problemas, muito utilizada no meio corporativo pelas principais empresas nacionais e internacionais e tem a preferência de profissionais e empreendedores de sucesso e que buscam melhorar ambientes e processos.
Tenho nos últimos 10 anos da minha carreira em paralelo com a minha atividade na área da qualidade estudado e me dedicado a entender melhor o comportamento das pessoas e com este foco fiz a Faculdade de Recursos Humanos, MBA em Gestão de Pessoas, enfim aprendi muito e conheci diversas ferramentas que foram muito úteis para o meu desenvolvimento e também me serviram para apoiar muitas pessoas dos mais variados segmentos.

O fato é que o MASP é o alicerce fundamental utilizado por outras metodologias mais conhecidas, tais como o Coaching no qual tive também a oportunidade de estudar com profundidade. O problema é que para tornar estas ferramentas tradicionais mais atraentes e interessantes muitas pessoas estão mudando a sua essência e isto faz com que o processo não funcione e perca a sua credibilidade.
Então não vamos focar no problema, mas sim na solução e para isto eu quero te mostrar que o MASP pode ser utilizado da mesma maneira e com o mesmo formato adotado nas empresas, na sua vida.
Mas afinal, quais são estas ferramentas do MASP?
Recentemente publiquei aqui no blog um artigo sobre o Brainstorming e está sim uma das principais ferramentas utilizadas e que tem como premissa proporcionar com que todas os profissionais da empresa possam opinar, visando explorar ideias e alterativas para realizar ações, solucionar e eliminar problemas.
Esta técnica foi desenvolvida em 1950 por Alex Osborn para uso em publicidade.
Imaginem você utilizando esta metodologia em uma reunião de família no qual é preciso definir algo importante e interessante, podendo-se decidir uma viagem, a escolha de uma nova moradia ou até mesmo o formato de uma festa.

São tantas ferramentas que confesso estar ansioso ou temeroso por cometer alguma injustiça, mas vamos em frente, pois terei a oportunidade de apresentar as técnicas que eu não mencionar aqui em outras publicações.
Ter boas ideias e não colocar em prática é um fracasso e então a técnica do 5W2H irá fazer a diferença, através de 5 perguntas:

  1. What: O que deve ser feito ou realizado?
  2. Why: Porquê?
  3. Who: Quem deverá realizar?
  4. When: Quando deverá ser realizado?
  5. Where: Onde será realizado?
  6. How: Como será realizado?
  7. How much: Quanto custará?

O 5W2H é basicamente um checklist de determinadas atividades que precisam ser desenvolvidas e executadas com o máximo de clareza possível no âmbito profissional e pessoal.
Esta ferramenta é extremamente útil, uma vez que elimina por completo qualquer dúvida que possa surgir sobre algo que desejamos fazer.

Tem uma ferramenta do MASP que se chama 5 Porquês que é muito interessante, pois com ela podemos identificar a causa raiz de um problema através do questionamento sucessivo de porquês e o seu uso é tão simples que parece brincadeira de criança, mas posso garantir que, se a dinâmica for bem conduzida funciona.

Não tem como falar em MASP e não abordar o Diagrama de Causa e Efeito, também chamado de “Diagrama de Espinha de Peixe” ou “Diagrama de Ishikawa” esta técnica foi aplicada pela primeira vez por Kaoru Ishikawa, no Japão, em 1943 e permitiu as pessoas identificar, explorar e graficamente demonstrarem em detalhes todos os possíveis fatores (causas) relacionados a um problema ou condição (efeito).

São 6 áreas importantes a serem mapeadas que começam com a letra “M” e que são fundamentais para entendermos um cenário, resolvermos uma não conformidade ou problema.

A utilização destas ferramentas com foco e determinação irão fazer a diferença na sua qualidade de vida, mas lembrem de conduzir estas reuniões ou encontros com foco na solução e motivação, utilizando-se perguntas inteligentes e sem dispersão, pois a atenção tem que ser 100% no que pretendemos implementar, melhorar ou resolver na nossa vida.

Espero que tenham gostado deste artigo e em breve trarei para vocês outras ferramentas do MASP que se aplicam a vida pessoal e profissional.
Forte abraço e até breve.